Archive for the ‘1º Ciclo’ Category

imagem final do blog

Anúncios

Portugal_10144
As origens do Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades remotam ao ínicio do século XX (1924). O Dia de Camões começou a ser festejado a nível nacional com o Estado Novo (um regime instituído em Portugal por António de Oliveira Salazar, em 1933).

Porquê Dia de Portugal e de Camões?
Segundo Conceição Meireles (investigadora especialista em História Contemporânea de Portugal) Camões representava o génio da pátria, representava Portugal na sua dimensão mais esplendorosa e mais genial. O feriado em honra de Camões (um dos simbolos da Nação) passou a ser a 10 de Junho uma vez que esta data foi apontada como sendo a da morte do poeta que escreveu “Os Lusíadas”.

Porquê Dia das Comunidades?
Até ao 25 de Abril de 1974, o 10 de Junho era conhecido como o Dia de Camões, de Portugal e da Raça. Oliveira Salazar, na inauguração do Estádio Nacional em 1944, tinha denominado também o dia 10 de Junho como o Dia da Raça em memória das vítimas da guerra colonial. A partir de 1963, o feriado do 10 de Junho assumiu-se como uma homenagem às Forças Armadas e numa exaltação da guerra e do poder colonial. A segunda republica não se revê neste feriado, pelo que, em 1978, o converte em Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas.

In http://www.catraios.pt/10junho.htm acedido a 8 de junho de 2013

Sugestão de pesquisa:
http://www.junior.te.pt/servlets/Rua?ID=209&P=Portugal
http://www.sitiodosmiudos.pt/historia/

500_9789892323558_ciclo_do_chocolate

Sinopse

– Ah… Nunca vi nada igual a essas sementes – estranhou o Rodrigo. – Este é um fruto chamado cacau. Dentro guarda estas sementes, que mais tarde servem de matéria-prima para a produção de chocolate – explicou a professora Tita.

E a professora Tita tem mais coisas para explicar acerca da produção do chocolate. Junta-te aos seus alunos e aprende tudo sobre esta guloseima que todos adoram, mas que não se pode consumir em excesso…

No final do livro, diverte-te com a lengalenga, a canção e a peça de teatro.
In http://www.wook.pt/ficha/o-ciclo-do-chocolate/a/id/14930627 acedido a 25 de maio de 2013

Children-s-Day_1920x1200

Como surgiu a celebração deste dia?
Depois da 2.ª Guerra Mundial, tornou-se evidente em todo o Mundo a degradação das condições de vida da população em geral e das crianças em particular.

As crianças não tinham uma alimentação adequada, nem os cuidados médicos necessários e viam-se privadas do direito primário à educação, já que eram obrigadas a trabalhar desde muito novas, devido às dificuldades com que os pais se debatiam para sobreviver.

Deste modo, as taxas de analfabetismo e mortalidade nas crianças, nesta época, atingiam números assustadores.

Quando surgiu a celebração deste dia?
Em 1950, a Federação Democrática Internacional das Mulheres propôs às Nações Unidas a criação do Dia Mundial da Criança.

Não ficando indiferentes a este apelo, os Estados Membros das Nações Unidas indicaram o dia 1 de junho para celebrar essa data.
In http://www.sitiodosmiudos.pt/810/planetaclick2.asp?modulo=SCSQ160505.xml acedido a 5.5.2013

Para saber mais sobre o Dia Mundial da Criança: http://www.junior.te.pt/servlets/Rua?P=Sabias&ID=201

imgp2965
sinopse:
Rita Ferro escreveu e Luis Leal ilustrou esta obra que pretende evidenciar a relação de amor forte e incondicional entre mãe e filho.

As crianças, os próprios bebés, sabem por instinto interpretar a fisionomia e a disposição dos pais. Distraída, triste, alegre, cansada ou irritada, a Mãe – pelo menos a que merece esse nome – gosta sempre, incondicionalmente, do seu Bebé.

Todos as crianças vão inconscientemente projectar-se nesta relação íntima e amorosa entre o bebé e a mãe.
In http://www.wook.pt/ficha/as-caras-da-mae/a/id/179949, acedido a 03.05.2013

25abril_top

Diz-se que foi uma revolução porque a política do nosso País se alterou completamente.
Mas como não houve a violência habitual das revoluções (manchada de sangue inocente), o povo ofereceu flores (cravos) aos militares que os puseram nos canos das armas.
Em vez de balas, que matam, havia flores por todo o lado, significando o renascer da vida e a mudança!
In http://www.junior.te.pt/servlets/Bairro?P=Portugal&ID=101, acedido a 24 de abril de 2013

250_9789722120036_quanto_gosto_ti_primavera

SINOPSE

A Pequena Lebre Castanha adora brincar na Primavera, quando tudo está a crescer e a mudar. Mas será que consegue adivinhar aquilo em que uma pequena lebre castanha se vai transformar?
Dos criadores de Adivinha Quanto Eu Gosto de Ti, quatro novas histórias encantadoras, perfeitas para partilhar com os seus filhos (http://www.caminho.leya.com/catalogo/detalhes_produto.php?id=7436).